segunda-feira, 21 de março de 2011

grande árvore dois

não sei em que época do ano estamos. não sei se estou acordado, ou se estou em mais um desses sonhos estranhos, onde lugares que não parecem ser, são. não sei lá fora, mas aqui dentro é primavera. da pra sentir o cheiro de rosas no ar quando o vento passa, da prá ver o céu alaranjado no fim de tarde e da pra ver também a minha árvore mais bonita que em qualquer estação do ano.

agora somos nós dois. eu e você. ou melhor, nós três, eu, você e a minha árvore favorita, madrinha de todas as nossas situações. ela nunca tinha visto alguém assim tão diferente como você, um ar de maturidade nunca visto antes, metade misterio, metade encantamento. o que seria de toda a flora se você não estivesse ali para coroar a visão de todo esse paraíso? o que seria de meus anseios, sem os seus sorrisos encabulados ou sua pele corada?

somos fruto de milhares de possibilidades e estamos criando raízes em várias situações. já me acostumei a lembrar de você, já me habituei com nossos diálogos e com todo nosso contentamento. sinto que estou bem perto de você e adoro quando sinto que cabe em meu abraço. o que minha árvore iria dizer?

Nenhum comentário:

Postar um comentário