terça-feira, 22 de junho de 2010

Varanda

Queria eu morar numa varanda. Dormir na rede, sem paredes, sem obrigações e sem mais nada. Bebendo cerveja, curtindo a brisa e tocando um violão. Eu acho que eu ia ser mais feliz. Eu acho que ia ser mais livre, mesmo morando numa varanda, mesmo dormindo na mesma rede.
Com certeza eu seria mais feliz. Sem vizinhos na minha varanda. Pegando um bronze nos dias ensolarados, cantando à noite de lua, e até nos dias chuvosos curtir sozinho.
Varanda solitária e feliz. Eu não queria carro importado nem mansões imensas. Só eu na minha varanda. Cantando as meninas que passassem lá embaixo, cuspindo na careca do 401.
Deixa eu acordar...

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Mudança

Sempre ouço muito as pessoas falarem a respeito das outras, sobre o jeito delas, sobre suas atitudes, o jeito que elas falam, ou sobre as pessoas com quem elas andam. Mas o que vem chamando mesmo a minha atenção ultimamente é o fato de algumas pessoas terem vindo falar comigo sobre mim mesmo, sobre eu um dia ter sido uma pessoa e hoje ser outra, enfim, sobre mudança.

Acredito que exista um grande e eterno transitório de ideais, onde agrupamos nossas verdades e crenças em algo que chamamos de caráter. Acredito também que mudar é necessário, mas claro que nem sempre essas mudanças vem para uma "melhora", muito menos que elas agradem a todos a sua volta.

Qualquer um com um mínimo de senso consegue perceber quando alguém muda, mas esperto mesmo é aquele que consegue vê por trás dessa metamorfose social e psicológica. Discussões, desilusões, reflexões, pensamentos, decepções, erros, acertos, diálogos, influências, tudo vem a ser um peso a ser colocado na balança, e em como qualquer balança, nós que devemos ser capazes de saber o que colocar ou deixar de colocar nela.

Dias e meses específicos foram determinantes para uma aceleração nessa minha "evolução", dias e meses que, como um catalisador que acelera uma reação química, vieram quase que vomitados e exigiram uma reação pessoal, resultando em consequências e respostas que tive que descobrir e pensar em algumas coisas que deveriam ser deixadas pra trás, outras que deveriam seguir e assim continuamente.

Não quero me prender a minha experiência de vida, escrevo esse texto agora para transmitir em palavras, registrar e até talvez inspirar outro ser pensante desse planeta. Não deixe que te digam o que fazer, não deixe que te digam para onde crescer e muito menos que você deve deixar de crescer, não deixe que te diminuam ou que queram te fazer desacreditar nas suas ideias, você sem elas é só um recipiente de baboseiras de fácil manipulação e alienação. Caráter é algo que ninguém nunca vai lhe tirar. Sempre dizem que as amizades podem te influenciar, então influencie você mesmo às outras pessoas, mostre que você é capaz de dizer o que é saber viver de verdade.

Independente de qualquer que seja a mudança, que ela passe pelo caminho da sintonia e da harmonia, sintonia com você e com as pessoas que estão ao seu redor, harmonia com a natureza, com Deus, com sua família ou com qualquer afim seu, só não deixe de mudar. Todo tipo de mudança é válida.