terça-feira, 5 de outubro de 2010

Você entenderia...

não são as coisas óbvias que mais chamam atenção nela. não são as coisas que qualquer um poderia ver. não são os olhos profundos, não são as palavras certas que ela usa, não é o jeito tão seguro, muito menos toda aquela beleza reunida. são as coisas simples. só vistas se você estiver perto, se você conseguir ouvir a canção que toca quando ela chega, se você estiver em sua rotina e estiver nas mãos dela. são pensamentos fortes que se você tivesse sorte, conseguiria ouvi-los. são bonitos segredos que se você descobrisse, se apaixonaria, não somente por ela, mas por tudo ao seu redor. desde que eu cai em todo esse encantamento, me sinto bem por saber de tudo sobre ela, e desde então eu me tornei alegre, me tornei mais forte.

a casa se enche de um tom sépia envelhecido e torna tudo nostálgico quando ela entra na sala-de-estar. tudo que ela toca vira música e tudo o que ela diz vira poesia. ela pisa em cima da monotonia e faz o mar agitar-se. suas lembranças na cabeça de qualquer um são capazes de nunca sairem. toda aquela beleza e toda aquela simpatia. você entenderia se visse os desenhos que fiz quando criança quando alguém pedia para eu desenhar o que via nos meus sonhos. você entenderia tudo o que digo, se acreditasse em destino e em coisas banais ao mesmo tempo, se você acreditasse em Deus e em coisas perfeitas. você entenderia que não é a lógica que sempre prevalece e sim a insensatez. estou louco e feliz. eufórico e tranquilo. ela tem ótimos sentimentos e ainda consegue mexer com os meus. hoje ela é tudo em mim e mesmo assim ela tem tudo que quer. seu rosto é tudo pra mim e eu me sinto feliz.

4 comentários:

  1. Poooo.. você escreve muito bem! Curti pra caramba.. :) Parabénss!

    ResponderExcluir
  2. eu sinto isso. Curti muito :* i.sabel m.

    ResponderExcluir
  3. você é foda! esse texto é lindo :] /rachel

    ResponderExcluir