segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Profecia

Sonhei com você novamente. Não sei nem como dizer, mas os sonhos estão cada vez mais reais. Quase sinto o seu perfume, me esforço tanto pra lembrar da textura dos seus lábios que dói o coração não acordar do seu lado.

Você me disse que estava bem no café da manhã, que de tarde não iria trabalhar para vermos aquele filme que vimos no cinema uns dois anos atras. Que usaríamos a chuva como desculpa para todos os outros compromissos, e nos trancaríamos por semanas no quarto.

Mas o quarto não existe. Estamos no verão e não esta chovendo. Não temos filmes favoritos. Sonho sempre com o mesmo rosto há cinco anos, procurei ate cansar por onde passei, mas só quando adormeço que posso te ver.

Espero a noite que vem pra sonhar com esse encanto. Todas as horas sofridas que passo acordado, fico atento procurando reconhecer seu rosto, pra finalmente me apresentar a você. Tenho templos inteiros em mim dedicados a essa mulher que sequer conheci.

Nenhum comentário:

Postar um comentário