sexta-feira, 25 de novembro de 2011

distância

eu penso em você no final da tarde, quando costumo ler historias de romance. eu penso em você a noite, quando vejo um clichê americano que tenta me dizer o quanto eu seria feliz se estivéssemos juntos. eu penso em você durante toda a madrugada, no anseio de um sinal de vida seu, a espera de um remédio que me cure essa saudade, ou de doses mais fortes desse contraditório veneno, para que a loucura me tome por completo de uma vez por todas.

o sol já vem nascendo. um novo dia vem batendo a minha janela e eu só penso no quanto toda a a natureza é bela e cruel. fez rios colossais, montanhas gigantescas, ondas perfeitas. céu no estio pros meus domingos ensolarados e chuva pros vazios dentro do meu peito. mas a maior, e a mais dolorida criação, ela fez propositalmente pra mim. fez parecer acidente, mas no fundo eu sabia, que tamanha coincidência no mundo nunca há de existir. você foi feita pra mim. e não há quem duvide. eu penso em você o tempo todo, e tenho pensado que você estaria muito melhor aqui do meu lado!

Um comentário: