sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Eu não te pedi nada

eu não pedi para que você corresse enormes distâncias só para me ver feliz, nem me ligasse todos os dias para saber como eu estava. não pedi para perguntar se estou me alimentando bem e cuidando da minha própria saúde. nem que você insistisse em dizer para eu deixar essa minha falta de auto-estima para lá, nem que contasse piadas sem graça o dia inteiro só para me fazer parar de chorar e ainda inventasse mentiras bobas para fazer com que eu esquecesse meu medo. não pedi para que dormisse todas as noites do meu lado me fazendo um cafuné só para que pudesse pegar no sono, fingindo um jeito perfeito para que briga nenhuma existisse entre nós. nunca te pedi para dividir os meus problemas e que você tornasse-os insignificantes. não te pedi para que estivesse aqui nos dias mais difíceis, nem nos dias em que era frio e na televisão estava passando alguma comédia romântica.

eu sei que você faria tudo isso e muito mais por mim. mas eu não te pedi que fizesse coisa alguma. desde o início, nunca te cobrei nada, muito menos supliquei por ajuda ou perdão por besteiras que fiz com você. não te pedi para agir de uma forma tão extraordinária comigo, me fazendo parecer a pessoa mais sortuda desse mundo. não te pedi para ser tão boa pessoa e também não te pedi para me amar tanto assim.

eu não te pedi nada, mas mesmo assim você fez. eu nunca te pedi perdão, mas você sempre me perdoou. nunca te pedi carinho e mesmo assim você nunca negou. encontrei um abrigo, cheguei de mansinho e sem pedir, entrei na sua vida, mesmo assim você me aceitou e cuidou de mim. tudo isso sem nunca ter pedido nada em troca.

2 comentários:

  1. Eu curto demais textos assim, românticos.. E pra falar a verdade, voce é um artista nato. Tanto como músico, como escritor.

    ResponderExcluir
  2. ta esperando o que pra escrever um livro?

    ResponderExcluir