terça-feira, 22 de junho de 2010

Varanda

Queria eu morar numa varanda. Dormir na rede, sem paredes, sem obrigações e sem mais nada. Bebendo cerveja, curtindo a brisa e tocando um violão. Eu acho que eu ia ser mais feliz. Eu acho que ia ser mais livre, mesmo morando numa varanda, mesmo dormindo na mesma rede.
Com certeza eu seria mais feliz. Sem vizinhos na minha varanda. Pegando um bronze nos dias ensolarados, cantando à noite de lua, e até nos dias chuvosos curtir sozinho.
Varanda solitária e feliz. Eu não queria carro importado nem mansões imensas. Só eu na minha varanda. Cantando as meninas que passassem lá embaixo, cuspindo na careca do 401.
Deixa eu acordar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário